segunda-feira, 30 de maio de 2011

Amor e Paixão - 1986




Lado A
1. Amor e Paixão
(Milton Nascimento / Fernando Brant)


2. Esquinas 
(Djavan)


3. Tanto e Mais
(Ivan Lins / Vitor Martins)


4. Mania de Você
(Rita Lee / Roberto de Carvalho)


5. Raras Maneiras
(Tunai / Márcio Borges)



Lado B
1. Em Flor (Too Young) 
(Sid Lippman / Sylvia Dee - versão: Ronaldo Bastos) 


2. Amor Explícito
(Nico Rezende / Paulinho Lima / Antonio Cícero)
com Roupa Nova 


3. Iolanda 
(Pablo Milanês - versão: Chico Buarque)


4. Bálsamo 
(Sueli Costa / Abel Silva)


5. Rei por um Dia
(Almir de Araújo / Marquinho Lessa / Balinha / Hércules Correa / Carlinhos de Pilares)
com David Corrêa, Neguinho da Beija-Flor, Dedé da Portela, Domingos do Estácio, Rico Medeiros, Carlinhos da Caprichosos, Flavinho, Ney Vianna, Toninho da Imperatriz, Sobrinho



Lado A
1. Amor e Paixão
(Milton Nascimento / Fernando Brant)
O amor é mestre na arte de iludir
Armadilhas arma pra quem sonha ser feliz
O amor adora brincar, ele adora fingir
O amor, que mora na rua do coração
Tem uma vizinha de quarto, é a paixão
É bom saber nessa casa
Onde andar, onde estar, quem seguir
Pois o amor se esconde atrás de uma canção
E quem aparece pra gente é a paixão
A paixão é o lado nervoso do amor
A paixão que beija é a mesma que nos vai cuspir
A paixão é boca sedenta que quer tudo para si
É fogo do prazer
É brasa do sofrer
Mas amor que é mestre se torna um aprendiz
Com a paixão se envolve e agora se diz feliz
Assim a história tem esse final
Com amor e paixão
É que a gente
Vai ser feliz.


Bateria Yamaha: Teo Lima
Baixo: Jorjão
Guitarra: Natan
Piano: Cristovão Bastos
Percussão: Robertinho Silva, Clodoaldo
Yamaha DX7: Juno Ricardo Leão
Sax e Flauta: Paul Lieberman
Palmas: Ricardo Mazola e Cristovão Bastos
Arranjo de Base: Cristovão Bastos
Arranjo de Cordas: Chiquinho de Moraes


2. Esquinas
(Djavan)
Só eu sei
As esquinas
Por que passei
Só eu sei
Só eu sei
Sabe lá
O que é não ter
E ter que ter
Pra dar
Sabe lá
Sabe lá
E quem será
Nos arredores do amor
Que vai saber reparar
Que o dia nasceu
Só eu sei
Os desertos
Que atravessei
Só eu sei
Só eu sei
Sabe lá
O que é morrer de sede
Em frente
Ao mar
Sabe lá
Sabe lá
E quem será
Na correnteza do amor
Que vai saber se guiar
A nave em breve
Ao vento vaga
De leve e traz
Toda paz
Que um dia
O desejo levou
Só eu sei
As esquinas
Por que passei
Só eu sei
Só eu sei


Bateria : Picolé
Baixo: Jorjão
Guitarra: Natan
Piano Yamaha: Cristovão Bastos
Roland JX8P: Ricardo Leão
Yamaha DX7: Alberto Rosenblit
Sax: Paul Lieberman
Percussão: Clodoaldo
Arranjo de Base: Cristovão Bastos
Arranjo de Cordas: Chiquinho de Moraes


3. Tanto e Mais
(Ivan Lins / Vitor Martins)
Ninguém mexe assim comigo
Nem esfrega em minha cara
Todos esses meus defeitos
Com tanta polidez
Nem ninguém me olha assim
Ninguém vê, dentro de mim
Ninguém entra em minha vida
Pra se alojar de vez
 Ninguém vai guardar meus medos
A sete chaves e cadeados
Ninguém mais tem tanto zelo
E nem mais tanto cuidado
Ninguém brinca tanto e mais
Com a minha lucidez
Como você fez
Como você faz.


Bateria Yamaha: Teo Lima
Baixo: Jorjão
Piano Acústico: Cristovão Bastos
Percussão: Clodoaldo
Piano Fender: Alberto Rosenblit
Arranjo de Base: Cristovão Bastos
Arranjo de Cordas: Chiquinho de Moraes



4. Mania de Você
(Rita Lee / Roberto de Carvalho)
Meu bem você me dá
Água na boca
Vestindo fantasias
Tirando a roupa
Molhada de suor
De tanto a gente se beijar
De tanto imaginar
Loucuras
A gente faz amor por telepatia
No chão, no mar, na lua
Na melodia
Mania de você
De tanto a gente se beijar
De tanto imaginar
Loucuras
Nada melhor do que
Não fazer nada
Só pra deitar e rolar
Com você


Guitarra: Natan
Sax: Paul Lieberman



5. Raras Maneiras
(Tunai / Márcio Borges)
Juro do jeito mais sincero
Quero fazer você provar
Esse meu sonho de águas claras
Raras maneiras de me dar
Quero beber, tomar na cara
Tudo que pode acontecer
Entre as duas criaturas nuas
Deixa rolar a noite inteira
Fibra de nossos corações
Gosto, semente, maravilha pura
E tudo que a vida pintou
De sol
Na alma de nós dois
Amanhã
Será do jeito que Deus quiser
Pode sumir sem dizer adeus
O sentimento que foi valeu
Pode falar
Bem ou mal
Foi um tesouro no chão do mar
Jeito gostoso de te perder
Foi um desejo demais
Mania de ser feliz
E foi com você


Linn, Linn9.000, JX-8P, Yamaha MID-60, X-pander, Memory Moog, DX7, Jupiter 8, Emmulator II: Lincoln Olivetti
DX7, JX8P: Ricardo Leão (Introdução)
Baixo: Fernando
Guitarra: Natan
Percussão: Clodoaldo, Robertinho Silva
Detalhes: Mazola
Pandeiro: Simone
Arranjo: Lincoln Olivetti


Lado B

1. Em Flor
(Sid Lippman / Sylvia Dee - versão: Ronaldo Bastos)
Não são sinceras as razões
De quem insiste em não lembrar
Do sentimento em flor,
O despertar do amor
Não se apaga mais dos corações
Amor nenhum tem tal poder
De provocar recordações
Bastou se ver mais uma vez
Para sentir que não passou.


Baixo: Jorjão
Guitarra: Natan
Piano, Teclados: Cristovão Bastos
Arranjo: Chiquinho de Moraes


2. Amor Explícito
(Nico Rezende / Paulinho Lima / Antonio Cícero)
Com a Participação do Roupa Nova
Cada vez mais
Acredito no nosso amor
um amor explícito sem pudor
Parecemos dois,
Mas vistos a olho nu
Nós muitas vezes somos um
Acreditei
Meu amor, só quem ama é Rei
Como você se encaixa em mim
Eu sinto firmeza
Quebrando qualquer tabu
O nosso amor não vai ser blue
Eu vou sempre te curtir
Repetindo "I love you"
Com você, por que não ser clichê
Se tantas vezes somos um
Nós tantas vezes fomos um
Nós tantas vezes somos um


Bateria: Picolé
Baixo: Jorjão
Piano: Cristovão Bastos
Guitarra, Viola: Natan
Flauta: Paul Lieperman
Teclados: Nico Rezende
JX8P, D7: Ricardo Leão
Arranjo de Base: Cristovão Bastos
Arranjo de Cordas: Chiquinho de Moraes


3. Iolanda
(Pablo Milanês - versão: Chico Buarque)
Esta canção
Não é mais que uma canção
Quem dera fosse uma declaração de amor
Romântica
Sem procurar a justa forma
Do que me vem de forma assim tão caudalosa
Te amo, te amo
Eternamente te amo
Se me faltares
Nem por isso eu morro
Se é pra morrer
Quero morrer contigo
Minha solidão
Se sente acompanhada
Por isso às vezes sei que necessito
Teu colo, teu colo
Eternamente teu colo
Quando te vi
Eu bem que estava certo
De quem me sentiria descoberto
A minha pele
Vais despindo aos poucos
Me abres o peito quando me acumulas
De amores de amores
Eternamente de amores
Se alguma vez
Me sinto derrotado
Eu abro mão do sol de cada dia
Rezando o credo
Que tu me ensinaste
Olho teu rosto e digo à ventania
Iolanda, Iolanda
Eternamente Iolanda
Iolanda
Eternamente Iolanda
Eternamente Iolanda

Baixo: Jorjão
Violão: Natan
Piano: Cristovão Bastos
Percussão: Clodoaldo
Yamaha TX7: Alberto Rosenblit
Roland JX8P, Yamaha DX7: Ricardo Leão
Arranjo: Maurício Fabrizio
Adaptação: Cristovão Bastos
Arranjo de Cordas: Chiquinho de Moraes



4. Bálsamo
(Sueli Costa / Abel Silva)
É triste a vida do cometa
Longe da luz do olhar humano
Meu coração longe do teu
É só engano
Amor que te quero amor
Bálsamo da minha dor
Me faz brilhar por ti
Viver em seu louvor
Eternamente por onde eu for
Eu sei que tanta gente existe por aí
Que quer sorrir e ser feliz
Esquece que o amor
É um deus sem vestimentas
Na paz e na tormenta
Brinca nu e infantil
Amor que te quero amor
Bálsamo da minha dor
Aponta as tuas flechas finas
Pro coração do Brasil
Te quero amor, no meu sangue
Também te quero nas ruas
Onde chora esta criança
Onde esmola este ancião
Onde te chamo e te canto
No fogo desta canção


Baixo: Jorjão
Piano Acústico: Cristovão Bastos
Flauta: Paul Lieberman
Piano: Cristovão Bastos
Arranjo de Cordas e Flautas: Chiquinho de Moraes


10. Rei Por Um Dia
(Almir de Araújo / Marquinho Lessa / Balinha / Hércules Correa / Carlinhos de Pilares)
com David Corrêa, Neguinho da Beija-Flor, Dedé da Portela, Domingos do Estácio, Rico Medeiros, Carlinhos da Caprichosos, Flavinho, Ney Vianna, Toninho da Imperatriz, Sobrinho
Chora cavaco, alegria é geral
Arrebenta faz o carnaval
Canta
Enfeita a avenida, oi
Completa o colorido
Solta o coração
Samba
A arte uma parte dessa vida
A vida pela escola preferida
No grito
Um arrepio de emoção
Aclamação, ô ô aclamação
É hora
É o povo na folia
É a fantasia
Bordando o chão
Vibrações
Bizus e melodias
O desfile marcado
O gogó afinado
A soberania
Rei por um dia
Em casa o ciúme da mulher
A luta pelo que der e vier
Um horizonte melhor
Um pedacinho do sol, ascender
Cantando coisas da gente
A voz que faz a semente florescer
Me leva amor, amor
No sonho até o amanhecer.


Marcação: Edilton, Maurício, Jorge (Pepita), Claudinho, Moisés, Paulo Netz, Ubiratan, Luciano, Luis Alberto, Pinguim, Luiz Claudio, Waldir, Tunico, Elias, Isnaldo.
Caixa: Luis Antonio, Sérgio Luis Dias, Argemiro, Jacaré, Tatão, Edson, Toninho, Marcelo, Linguiça,
Carlos Augusto, Marcos Crispim, Hélio,Espião, Maja-Maiatá, Taio, Paulo Vital

Tamborim: Edmilson, Geraldo, Rodiney, P.Renato, Alexandre, Nelson, Manoel Vicente, Jair de Sousa, Isaac, Julio Cesar, Amaro,Élcio, Sergio, Cleber, Alfredo, Luiz Marinho.
Repique: C. Alberto, Pisca, Formigão, Djalma, C.Henrique, Claudio de Oliveira, Celso Nascimento, Rogério, Dulico, Zé Carlos.
Cuíca: Salim, Milton Pessoa, Zé Perreira, Juarez, Elias.
Chocalho: Luis Cláudio, Walter, Guaraci, Severino, Waltenir, Ítalo, Alvinho.
Cavaquinho/Banjo: Marquinhos Lessa
Violão de 7 cordas: Dino
Arranjo de Bateria: Mestre Paulinho
Regência: Mestre Paulinho


Ficha Técnica

Produzido por Mazola
Assistência Artística: Eva Straus
Gravação: Estúdio Polygram – Faixa “Raras Maneiras” gravado no Estúdio Floresta
Técnicos de Gravação: Jairo Gualberto, Ary Carvalhaes, Márcio Gama, João Moreira, Julinho

Auxiliares: Charles, Marcus Adriano, Barroso
Mixagem: “Lion Share” – Los Angeles, Califórnia – USA
Engenheiro de Mixagem: Humberto Gatica
Auxiliar: Ray Pyle

Master Mixado em Sistema Digital Mitsubishi e Analógico
Arregimentação: Maurell
Montagem: Ronaldo Monteiro
Corte: Élio Gomes
Direção de Produção: Simone
Capa Idealizada e Produzida por Ísis de Oliveira
Fotos: Indalécio Wanderley
Design: Geraldo Alves Pinto
Brincos: Antonio Bernardo
Cabelo: Carlos Armando
Maquiagem: Gilles

Arregimentação da Orquestra de Cordas: José Alves
Copista: Germano da Luz
Cordas:
Violinos: Giancarlo Pareschi (Spalla), José Alves, Aizik Geller, Jorge Faini, Alfredo Vidal, Luiz Carlos Marques, Walter Hack,
Carlos Eduardo Hack, Pascoal Perrota, Michel Bessler, Leo Ortiz
Violas: Nayran Pessanha, Frederich Stephany, Arlindo Penteado, José de Lana
Cellos: Alceu Reis, Jorge Ranevsky, Márcio Mallard, Jaques Morelenbaun
Contra-baixo: Sandrino Sandoro

1986 - CBS - LP (38.307/XSB- 3196/3197) - K7 (16277)

(N/C) – Sony/Columbia - CD (850.007/2- 464368)


Fonte: Discografia Oficial

domingo, 29 de maio de 2011

Cristal - 1985






Lado A
1. Tinha de Ser
(Tunai / Sérgio Natureza)


2. Sonhos (Arrastão dos Pescadores)
(Ivan Lins / Vítor Martins)


3. Cristal
(Gonzaga Jr.)


4. Lábios Vermelhos
(Sueli Costa /Abel Silva)


5. Água na Boca
(Tunai /Abel Silva)



Lado B
1. Amor no Coração 
(Almir de Araújo / Balinha / Marquinho Lessa / Hércules Correa / Carlinhos de Pilares)
com Carlinhos de Pilares 


2. Você é Real
(Piska / Fausto Nilo)


3. Princesa 
(Flávio Venturini / Ronaldo Bastos)
com Roupa Nova 


4. Meu Marfim 
(Eduardo Duzek / Luiz Carlos Góes / Jorge Luiz Tavares)


5. A Outra
(Ivan Lins / Vítor Martins)



Lado A
1. Tinha de ser
(Tunai / Sérgio Natureza)

Parece até que tudo
Foi combinado,
Nascemos mesmo
pra viver lado a lado.
Tava previsto
desde o início
Nos planos de Deus,
Nos encontramos
Pra pagar os pecados.
Eu não reclamo,
Pagaria dobrado,
Porque te amo
e o que passei
Foi pra fazer você feliz
Devo agradecer aos céus
Pela chance de provar
Que esse amor maior
é tudo o que eu quero
Se às vezes fico entre
o outono e o inverno
É porque falta o seu
calor, fogo eterno
Você me esquenta,
me protege,
Me alimenta e dá prazer
O que posso mais querer
Tudo que esperei da vida
Você fez virar realidade
Minha metade
meu desejo e fé,
Vou até o fim
te adorando de verdade

Tinha de ser,
Nossos caminhos
Se encontraram
Meus olhos nos teus,
Vou até o fim
Te adorando de verdade
Vou até o fim
Te adorando de verdade



Bateria: Bala
Guitarra: Vitor
Baixo: Nico Assunção
Korg-DX-7: Wagner Tiso
Yamaha: Cristovão Bastos
Guitarra-Solo: Hélio Delmiro
Arranjo: Wagner Tiso


2. Sonhos (Arrastão dos Pescadores)
(Ivan Lins / Vitor Martins)

No arrastão
dos pescadores
Vinham discos voadores,
Iemanjás de porcelana,
Carruagens, caravanas
Num painel de fliperama

Vinha tudo que eu sonhava,
meu amor,
Um postal de Ituverava,
meu amor,
Vinham seios de sereias,
Meu São Jorge
em lua cheia
Meus castelos de areia.

Meu cordão de carnaval,
A paixão mais tropical
Meu São João
junto à fogueira
Minhas festas
brasileiras
No arraial

No arrastão
dos pescadores
Vinha o céu
dos sonhadores,
Feito à mão
por bordadeiras,
Com lanternas
de traineiras
E estrelas verdadeiras

Vinha tudo que eu sonhava,
meu amor
Vinha um rio que
eu pescava, meu amor,
Meus tesouros
e meus mapas,
Meus navios em garrafas,
Meu destino de pirata

Meu cordão de carnaval,
A paixão mais tropical
Meu São João
junto à fogueira
Minhas festas
brasileiras
No arraial

Ô lá lá
Toda vez que eu
Quiser sonhar,
Vou buscar o mar               



Bateria: Bala
Baixo: Nico Assunção
Piano: Luiz Avelar
Guitarra: Ricardo Silveira
Pandeiro: Marçal
Ganzá: Armandinho
Trombone: Edmundo Maciel
Trompete: Bidinho e Formiga
Flauta: Celso
Arranjo de Base: Luiz Avelar
Arranjo de Orquestra: Chiquinho de Moraes



3. Cristal
(Gonzaga Junior)



Cristalinamente
Olhar a vida,
Cristalinamente ter,
Estar
Todo brilho interno
Conhecer
Pra poder dar e receber
Toda a gama do prazer

Cristalinamente
Olhar a vista,
Cristalinamente,
Ser, estar
Desvendar mistérios
e histórias,
Temores e sabores,
Degustando as sensações
Da beleza, cores,
Amizade,
Flor sã da grandeza
que existe no amor
Clareza, calma,
qualidade,alma
Agudeza na procura
do melhor.

Fantástica viagem
até tocar o cristal de si
Fantástica viagem,
viver o cristal de si.



Bateria: Teo Lima
Baixo: Jamil Joanes
Guitarra: Vitinho
Percussão: Cidinho
Korg-Yamaha-DX-7: Jotinha
Arranjo Jotinha


4. Lábios Vermelhos
(Sueli Costa /Abel Silva)



Minha presença
Dá notícias de você
É só eu chegar,
Meu sorriso,
Meu olhar
Espalham você
Por todo canto
Fomos ficando assim,
Almas tão parecidas,
Brilho em você,
Você em mim
Refletimos uma na outra
Como espelhos
E se parecem os desenhos
De nossos lábios
vermelhos

A sua lembrança
Ilumina
Todo o meu interior,
Aceso dentro de mim
Feito cidade moderna
Eterna essa amizade
Enquanto somos irmãs,
Água da mesma fonte,
Fome do mesmo pão
Até nosso sangue
Deseja o pulsar
De um só coração



Bateria: Teo Lima
Guitarra: Vitor Biglioni
Baixo: Jorjão
Piano: Cristovão Bastos e Ricardo
DX-7: Kleberson
Flauta: Celso
Fagote: Antonio Elmer, Mendonça Bruno
Arranjo: Dori Caymmi


5. Água na Boca
(Tunai /Abel Silva)



Ela me olha
e já subo nas paredes
Se ela me chama,
eu sou peixe na rede
É uma coisa assim tão louca,
Me deixa água na boca
Ela desfaz o que eu faço
e disponho
Ela refaz o roteiro
do meu sonho
É uma coisa assim tão louca,
Me deixa água na boca

Felina, menina,
Ah! Se ela me ensina
A maneira de alcançar
O céu dos seus desejos,
Mel, eu quero os beijos,
Quero o seu jeitinho
de andar
Ela sabe que chega,
Ela sabe chegar

Por ela eu vivo
Nesta aflição
Por ela dispara
O meu coração

Ela tem cor do pecado
mais gostoso
E tem  um jeito do olhar
misterioso
É uma coisa assim tão louca,
Me bota água na boca

Ela embaralha as cartas
do meu jogo
E bota lenha e acende
o meu fogo
É uma coisa assim tão louca,
Me bota água na boca

Bonita, dengosa,
Morena solar,
Será que eu posso
merecer
O troféu do seu ciúme,
Quero o seu perfume,
Ah! se ela pedir
pra eu ficar,
Eu me entrego,
Eu nem quero pensar.

Por ela eu vivo
Nesta aflição.
Por ela dispara
O meu coração



Bateria, Percussão, OBXA, DX-7: Lincoln Olivetti (Base)
Baixo: Paulo Cesar
DX-7: Serginho do Trombone
(Detalhes)
Prophet II : Robson Jorge
Sax: Leo Gandelman
Arranjo: Lincoln Olivetti


Lado B

1. Amor no Coração
(Almir de Araújo, Balinha, Marquinho Lessa, Hercules Corrêa, Carlinhos de Pilares).
com Carlinhos de Pilares



Quem viver verá
que não foi em vão,
eu quero é muito amor
no coração 

 Meu samba
 não tem dose certa
 É um grito de alerta
 Mensagem do nosso povo
 É, ô, pois é,
uma palavra de amor
Que não se apaga
com a dor
Acende um sorriso novo

No coração festeiro,
Verdadeiro, brasileiro
Se faz a esperança
Em todas as crianças,
Os herdeiros
De nossas raízes,
Dos dias felizes
Que temos pra dar
O que é semeado
No nosso roçado,
Se quiser vai plantar

Chega de me dá, me dá,
Agora é toma lá dá cá.

Vai ecoar
Nos quatro cantos
da terra
Nosso brado de guerra
Contra o fantasma
da opressão
Simples como a gota
no oceano
Trago do cotidiano
Trincheiras
Contra a invasão

Quem viver verá
Que não foi em vão,
Eu quero é muito amor
No coração



Bateria: Wilson, Rodney, Sidney, Jorge, Gilson, Luiz, Célio, Álvaro, Ronaldo, Hélio, Jaime, Renato, Silvio, Antero, Gerson, Wanderley, Waldeci, Amir, Bira, Abílio, Sidney, Raimundo, Nelson, Moacyr, Bahia, João, Paulo, Jorge Abel, Coelho, Darci, Orlando, Vanderley, Genésio, Fernando, Almir, Alcides, Damiano, Elso, João da Silva, Timbozinho, Pelé, Tatu, Neném, J.Raimundo, Edson, Wilsinho, Catanha, Coelho, Bené, Barão, Mado, Cirilo, Paulo, Paulinho, Inácio, Pedro Paulo, Miquinho, Carlos G.S, Carlinhos, Milton, Celso, Raymundo, Eurico, Santiago Diogo.
Cavaquinho: Alceu
Violão de 7 cordas: Rafael
Vocal: Eridece, Afonsina Pires, Zenilda, Zélia Bastos, Marlene da Silva, Genaro, Estenio Barcelos, Carlos Alberto, Raimundo Lopes, Mario Machado, Marcio Lott, Fernando Adour, Ana Lucia, Luna Messina, José Luiz, Regininha.

Arranjo: Cristovão Bastos e Marçal
Regência de Bateria: Marçal


2. Você é Real
(Piska / Fausto Nilo)



Nossa história começou
de maneira original
Você leu meu coração
e me fez cantar
Me leva em teu delírio,
no teu sonho impossível
Que eu já ouço teu desejo
Em milhões de canais

Você sabe quem eu sou
Quando estou sentimental
Quando vejo tua flor
Nem me lembro mais
Do sonho dos terríveis,
do metal, dos insensíveis,
Das batalhas,
pelas estrelas
E nem dos heróis.

Ah!
Onde você for
eu vou te procurar
Quando a saudade
chega no lençol,
O pensamento
vai longe demais

Vem,
Chega pelo vento,
vem na minha voz.
Eu não aguento ver
você me olhar
Com esse jeito de quem me quer mais,
Quer mais

Você sabe quem eu sou
E eu já sei quem somos nós
Qualquer chama de amor
Queima nossa voz
Me leva ao paraíso,
Tudo é vasto em teu sorriso
E eu já posso ter certeza,
Você é real



Bateria: Picolé
Baixo: Jorjão
Guitarra: Natan
Piano Yamaha: Cristovão Bastos
DX-7 Korg : Ricardo e Kleberson
Guitarra-Solo: Pisca
Vocal: Marcio Lott, Fernando Adour, Ana Lucia, Luna Messina,
José Luiz, Regininha
Arranjo: Cristovão Bastos


3. Princesa
(Flávio Venturini / Ronaldo Bastos)



Vale tentar viver
Tudo demais
Você me faz descobrir
O dom de iluminar

Tudo que for sentir
Deve durar,
De tanto a luz explodir,
Aprender, conhecer,
Revelar

Sim, princesa,
Sou quem vai chegar
Da chuva da montanha
Vem se molhar

Sempre, pra sempre
Sou do seu querer
Estrela cintilante,
Vêm me valer

Vale dizer que sim,
Vale chorar
De tanto o som expandir,
Descobrir, conhecer,
Revelar

Sim, princesa,
Sou quem vem pedir.
Me faz arder em brasa,
Vem, me acende.
Chama, me chama,
Sou por seu querer.
Estrela cintilante,
Vem me valer

Sempre, pra sempre
Sou do seu querer.
Estrela cintilante,
Vem me valer



Bateria: Bala
Guitarra: Vitor
Baixo: Nico Assunção
DX-7: Flavio Venturini
Yamaha: Cristovão Bastos
Percussão: Djalma Corrêa
Vocal: Kleberson, Kiko, Ricardo, Serginho, Nando e Paulinho.
Arranjo Vocal: Kleberson e Serginho
Arranjo: Wagner Tiso
Participação Especial: Roupa Nova (Gentilmente cedido por RCA Eletrônica Ltda.)


4. Meu Marfim
(Eduardo Dusek / Luiz Carlos Góes / Jorge Luiz Tavares)



Meu marfim pensou,
Pensou
Com o olhar se disse
Eu vou
E foi pro mar sem fim,
A fim, assim sem mim,
E foi procurar
Aonde estou
Minha jóia me procura
Bem longe de onde estou,
Nem vê as havaianas
Ao pé da nossa cama,
Nem sente o meu cheiro
No lençol, que diz:
Amor, me chama.

Me ama e me jura,
Não quero te perder,
Mas perde na procura
De um jeito de me ver.
Me olha na janela,
Me vê dobrar a esquina
E acha que eu não volto,
Que amar foi sua ruína
Lhe deixo um bilhete
Mostrando a ironia,
Eu sempre estive aqui,
Você é que não via



Baixo: Jorjão
Yamaha: Cristovão Bastos
Clarinete: Botelho
Korg Inglês: Braz
Flauta: Celso
Fagote: Bruno
Teclados: Cristovão Bastos
Percussão: Cidinho
Arranjo: Dori Caymmi


5.  A Outra
(Ivan Lins / Vitor Martins)



Nem só o que aparento
Eu gosto,
Nem tudo que represento
eu mostro,
Existe a outra,
Existe a outra,
A que não se pinta,
A que nunca brinca,
A que obedece,
A que envelhece,
Para que eu viva e cante
Todos os momentos,
Pra que eu possa sempre
Enganar o tempo,
Pra que eu possa sempre
Enganar

Nem só o que aparento
Eu gosto,
Nem tudo que represento
Eu mostro,
Existe a outra,
Existe a outra,
A que gera os filhos,
A que chora os rios,
Que costura e borda,
Faz comida,engorda,
Pra que eu te afague
Com essas mãos macias,
Pra que eu te entregue
Meus melhores dias

Existe a outra,
Existe a outra,
A que se dedica,
Que se sacrifica,
Pra que eu exista,
Pra que eu seja artista,
Pra que eu conheça
Todas as delícias.
Pra que eu mereça
Todas as carícias

Existe a outra,
existe a outra
Pra que eu conheça,
Todas as delícias
Pra que eu mereça
Todas as carícias

Existe a outra.
Existe a outra
Existe a outra



Baixo: Jorjão
Bateria: Picolé
Teclados: Cristovão Bastos e Eduardo Souto Neto
Percussão: Chacal
Guitarra: Natan
Arranjo: Eduardo Souto Neto
Arregimentação da Orquestra de Cordas: José Alves

Cordas:
Violinos: Giancarlo Pareschi( Spalla), Alfredo Vidal, José Alves
da Silva, Paschoal Perrotta,João Daltro de Almeida, Michel Bessler, Carlos Eduardo Hack, Walter Hack, Aizik M. Geller, Ernani Bordinhão, Francisco Perrotta, Jorge Faini, Luiz Cláudio Campos Marques, José Dias de Lana.

Violas: Frederick Stephany, Arlindo Figueiredo Penteado, Hindemburgo Vitoriano Borges Pereira, José Dias de Lana,
Nelson Baptista de Macedo.

Cellos: Alceu de Almeida Reis, Jorge Kundert Ranevsky,
Jacques Morelenbaum, Marcio Eymard Mallard.


Ficha Técnica

Produzido e Mixado por Mazola
Direção de Produção: Simone
Técnicos de Gravação: Ary Carvalhaes, João Moreira, Luiz Paulo, Luiz Claudio e Jairo Gualberto
Estúdio de Gravação: Polygram (Rio)
Auxiliares de Gravação: Marcos e Barroso
Estúdio de Mixagem: Transamérica (São Paulo)
Engenheiro de Mixagem: Mazola
Auxiliar de Mixagem: Paulo Junqueira
Help Técnico: Luigi, Roberto Marques
Arregimentação: Gilson de Freitas e Paschoal Perrotta



Técnicos e Auxiliares de Gravação do Samba-Enredo
Técnicos: João Moreira, Jairo Gualberto, Luigi, Marcio e Julinho
Auxiliares: Charles, Barroso, Marquinhos e Manoel
Montagem: Ronaldo Monteiro
Corte: Elio Gomes
Capa:
Produção e Visual : Ísis de Oliveira
Fotos: Antonio Guerreiro
Design: Lobianco
Brincos: Antonio Bernardo



1985 - CBS  - LP  (138.297/XSB-2988/2989) - K7 (16267)

(N/C) – Sony/Columbia - CD (850.017/2 - 476308)


Fonte: Discografia Oficial

Desejos - 1984



Capa da edição internacional


Lado A
1. Um Desejo Só não Basta
(Fausto Nilo / Francisco Casaverde)


2. Jeitinho Brasileiro
(João Bosco / Aldir Blanc)


3. Íntimo 
(Sueli Costa / Abel Silva)


4. Dr. Getúlio
(Edu Lobo / Chico Buarque)


5. Do Oiapoque ao Chuí 
(Ivan Lins / Vitor Martins)
 



Lado B
1. Por um Dia de Graça 
(Luis Carlos Da Vila)
com Neguinho da Beija-Flor  


2. Na Flor da Idade
(Ivan Lins / Vitor Martins)


3. Nenhum Mistério
(Lô Borges / Ronaldo Bastos / Murilo Antunes)


4. Iolanda 
(Pablo Milanes - versão de Chico Buarque)
com Chico Buarque 


5. Eu Preciso de Você
(Roberto Carlos /Erasmo Carlos)



Lado A

1. Um Desejo Só Não Basta
(Fausto Nilo / Francisco Casaverde)

De repente você revelou
Minha cor de rosa
Você pensa que tudo passou
Mas você não passa
Você me abraça
E eu sou carinhosa
Não vai ser fácil me deixar

Estou fora de mim, por aí,
Com você por dentro
Vou ao centro do que não se vê,
Mas se lê no vento
Nesse momento
Eu sou venenosa,
Você não vai me esquecer agora

Não pense mais
Foi a minha intuição
Nunca se desvenda
Um coração assim
Olhe pra mim
Sobram cinco palavras:
Um desejo só não basta.

Arranjo de Base: Cristovão Bastos e Natan
Arranjo de Cordas e Regência: Cristovão Bastos
Piano Acústico/Yamaha DX-7 : Cristovao Bastos
Baixo: Jorjão
Guitarra: Natan
Bateria:Picolé
Percussão:Peninha
Yamaha DX-7 : Luiz Avellar
Cordas(*)



2. Jeitinho Brasileiro
(João Bosco / Aldir Blanc)

Pra gostar
Bom é o jeitinho brasileiro
assim entre o sofrido e o catimbeiro
feito Ary  numa aquarela
Mentira há de ser sinceramente,
Topada também toca pra frente
gostar, mas de qual delas
Viver
 Viver com a pulga atrás da orelha
Quanto mais coçar, sorrir.
Sambar, ô, ô, ô, ô,
Sambar
Com um prego no sapato pra peteca não cair
Viver, reviver
Ver na saudade uma vizinha  Ioiô no quintal!
Folga pro meu lado, mas canto a marchinha
De um antigo carnaval

Vizinha
Ioiô morena, irmã da loura Iaiá
O meu irmão noivou de Iaiá feliz.
Mas viu na morena calor de pão, sumo de limão,
frescor de buritis
e água de riacho rente aos pés,
um zonzo de zumbido das abelhas, mel dos méis
Se Iaiá saía, Ioiô vizinha se despia, a flor do quintal
Meu irmão penava mas cantarolava
pra manter sua moral

Lourinha, lourinha, dos olhos claros de cristal,
quanto tempo ao invés da moreninha, serás a rainha
do meu carnaval
Lourinha, morena, rainhas do meu carnaval,
qualquer dia, Iaiá e Ioiô vizinhas
Vão reinar juntinhas lá no meu quintal.

Braguinha, Braguinha, Braguinha, não me leve a mal
Eu não esqueço a loura e a moreninha,
Pago a tua parte em Direito Autoral.

Arranjo e Regência: César Camargo Mariano
Piano Yamaha/Yamaha DX-7/Prophet 8/Korg: Cesar Camargo Mariano
Yamaha DX-7: Cristovão Bastos
Baixo: Jorjão
Guitarra: Natan
Bateria: Picolé
Repinique e Percussão: Peninha
Percussão: Cidinho, Canegal, Luna, Elizeu, Armando Marçal


3. Íntimo
(Sueli Costa / Abel Silva)

Antes de saber bem onde estou
Já me apaixonei
Só depois vejo
As paredes e os lençóis
E a vida não lá fora
Mas em nós

Acordam os pensamentos e os casais
A minha sede busca loucamente
Os mais ricos e eternos mananciais
Rios e cascatas e abismos
E estórias e perfis
Que eu reconheço
Passam por mim

Eu me abandono feliz
E logo nos teus braços eu esqueço
De mim, de ti e de nós
E saciado de amor adormeço

Arranjo e Regência: Maurizio Fabrizio
Piano Acústico: Cristovão Bastos
Baixo: Jorjão
Gaita: Rildo Hora
Cello: Marcio Malard
Cordas(*)


4. Dr. Getúlio
(Edu Lobo / Chico Buarque)

Foi
O chefe mais amado da nação
Desde o sucesso da Revolução
Liderando os liberais
Foi
O pai dos mais humildes (e) brasileiros
Lutando contra grupos financeiros
E altos interesses internacionais
Deu
Início a um tempo de transformações
Guiado pelo anseio de justiça
E de liberdade social
E
Depois de compelido a se afastar
Voltou pelos braços do povo
Em campanha triunfal

Abram alas que Gegê vai passar
Olha a evolução da história
Abram alas pra Gegê desfilar
Na memória popular

Foi
O chefe mais amado da nação
A nós ele entregou seu coração
Que não largaremos mais
Não
Pois nossos corações hão de ser nossos
A terra, o nosso sangue, os nossos poços
O petróleo é nosso, os nossos carnavais
Sim,
Puniu os traidores com o perdão
E encheu de brios todo nosso povo
Povo que a ninguém será servil
E
Partindo nos deixou uma lição
A Pátria, afinal, ficar livre
Ou morrer pelo Brasil
Abram alas que Gegê vai passar
Olha a evolução da história
Abram alas pra Gegê desfilar
Na memória popular

Arranjo e Regência: Eduardo Souto Neto
Yamaha DX-7: Eduardo Souto Neto
Piano Yamaha: Cristovão Bastos
Baixo: Jorjão
Guitarra: Natan
Bateria: Picolé
Repique: Peninha
Percussão: Luna, Elizeu, Marçal, Armando Marçal, Wilson Canegal
Cordas(*)



5. Do Oiapoque ao Chuí
(Ivan Lins / Vitor Martins)

Vão tocar todos os sinos e hinos que há
Repicar todos os tambores com as cores desse país
Vão se ouvir palmas e pés batidas do coração
Muitas fogueiras no chão no céu estrela e balão

Vão sair todos os blocos e ranchos que há
Vão brilhar todos os congos ao longo desse país
Vão se ouvir os afoxés o canto santo daqui
O povo simples daqui do Oiapoque ao Chuí

Rei do congado é rei encantado
Anda benza ê bambuê
Rei desejado é rei coroado
Anda benza ê bambuê

E aí não há mais como conter o que há
Nem negar que essa festa merece esse país
Se aqui todas as sés, todas as fés fazem crer
Se é assim que se vê e é assim que vai ser

Rei do congado é rei encantado
Anda benza ê bambuê
Rei desejado é rei coroado
Anda benza ê bambuê

Arranjo e Regência: César Camargo Mariano
Piano Acústico/Prophet8/Korg: Cesar Camargo Mariano
Yamaha DX-7 : Cristovão Bastos
Baixo: Jorjão
Guitarra e Palmas: Natan
Bateria/Percussão e Palmas: Picolé
Percussão e Palmas: Peninha
Surdo: Gilson de Freitas
Palmas: Mazola
Palmas: Ari Carvalhaes
 


Lado B

1. Por Um Dia de Graça
(Luiz Carlos da Vila)
com Neguinho da Beija-Flor

Um dia
Meus olhos inda hão de ver
Na luz do olhar do amanhecer,
Sorrir o dia de graça

Poesias
Brindando essa manhã feliz
Do mal cortado na raiz,
Do jeito que o mestre sonhava

O não chorar ( ai o não chorar )
e o não sofrer se alastrando
No céu da vida o amor brilhando
a paz reinando em santa paz

Em cada palma de mão,
Cada palmo de chão
sementes de felicidade
O fim de toda opressão,
O cantar com emoção,
Raiou a liberdade

Chegou
O áureo tempo de justiça
Há o esplendor   do preservar a natureza
Respeito a todos os artistas

A porta aberta ao irmão
De qualquer chão de qualquer raça
O povo todo em louvação
Por esse dia de graça
 
Arranjo de Base: Ivan Paulo
Cavaquinho: Alceu
Violão 7 Cordas: Rafael Rabello
Agradecimento Especial: Quinha( Presidente da Escola de Samba
da Portela), Marçal ( Vice-Presidente da Escola de Samba da Portela)

Gravação Externa:
Arranjo e Regência de Bateria: Marçal
Surdo: Timbira, Rodinei, Célio, Sidinei, Carlos ( Índio),
Álvaro, Gordinho.
Caixa: Renato, Evilásio, Valter Baía, Dacopê, Julio.
Cuíca: Eduardo, Inácio, Paulino, Carlos Silva.
Tamborim: Raimundo, Coelho, Vanderlei, Gil, Catanha.
Chocalho: Índio, Genézio, Bianô, Alcides, Roberto Damiano.
Coro: Dinorah, Eurídice, Zenilda, Zélia, Marlene, Francinete,
Maria Helena, Genaro, Stenio, Barbosa, Nô, Gordinho, Tufic, Copacabana, Neguinho
da Beija-Flor.
Repique: Fornalha, Valvoni, Dilner, Wilson, Marinho
Técnico de Gravação: Ary Carvalhaes
Supervisão Técnica: Luigi Hoffer
Assistentes: João Moreira/Luiz Claudio
Auxiliares: Charles/Manoel/Julinho



2. Na Flor da Idade
(Ivan Lins / Vitor Martins)

Quando as carícias são incontroláveis
E os desejos insaciáveis
Ah! Você me oferece a boca
E eu ressuscito
Me estende as mãos
E eu levito
Me faz promessas e juras
E eu acredito
Como se eu vivesse eternamente
Na flor da idade
Como se eu tivesse pra sempre
A inquietude, a ansiedade
Da juventude

Tudo, todas, tantas as loucuras pro fazer
Quantas aventuras pela busca do prazer

Arranjo e Regência: Maurizio Fabrizio
Piano Acústico: Cristovão Bastos
Baixo: Jorjão
Guitarra: Natan
Bateria e Percussão: Picolé
Percussão: Peninha
Yamaha Dx-7: Eduardo Souto Neto
Sax Alto: Macaé
Cordas(*)
 


3. Nenhum Mistério
(Lô Borges / Ronaldo Bastos / Murilo Antunes)

Nenhum mistério irá secar
A fonte desse nosso desejo
Um raio de sol a felicidade
Quem apagará

Quem no espanto de traduzir
Desnuda a flor de tanta beleza
Ninguém vai cegar  a luz das estrelas
Nem sanha de ladrões

Agora é nossa hora de viver
De enfrentar a fúria dos leões
Plantar a esperança pra colher
A paz que move nossos corações

Nenhum bandido nos roubará
A chama renovada de um beijo
Um raio de sol, o céu radiante
Ninguém apagará

Quem no lampejo de refletir
Desvenda tão vibrante energia
Ninguém vai levar a nossa alegria
Ao fundo dos porões

Agora é nossa hora de viver
De enfrentar a fúria dos leões
Plantar a esperança pra colher
A paz que move nossos corações

Arranjo e Regência: Maurizio Fabrizio
Violão: Maurizio Fabrizio
Piano Acústico/Yamaha DX-7/Prophet 8/Korg: Cristovão Bastos
Baixo: Jorjão
Guitarra: Natan
Bateria: Picolé
Percussão: Peninha
Cordas(*)
 


4. Iolanda
(Pablo Milanês - versão de Chico Buarque)
com Chico Buarque

Esta canção
Não é mais que mais uma canção
Quem dera fosse uma declaração de amor
Romântica
Sem procurar a justa forma
Do que me vem de forma assim tão caudalosa
Te amo, te amo
Eternamente te amo

Se me faltares
Nem por isso eu morro
Se é pra morrer
Quero morrer contigo
Minha solidão
Se sente acompanhada
Por isso às vezes sei que necessito
Teu colo, teu colo
Eternamente teu colo

Quando te vi
Eu bem que estava certo
De que me sentiria descoberto
A minha pele
Vais despindo aos poucos
Me abres o peito quando me acumulas
De amores de amores
Eternamente de amores

Se alguma vez
Me sinto derrotado
Eu abro mão do sol de cada dia
Rezando o credo
Que tu me ensinaste
Olho teu rosto e digo à ventania
Iolanda, Iolanda
Eternamente Iolanda
Iolanda
Eternamente Iolanda
Eternamente Iolanda

Arranjo e Regência: Maurizio Fabrizio
Violão Nylon e Aço: Maurizio Fabrizio
Yamaha DX-7: Cristovão Bastos
Baixo: Jorjão
Bateria e Percussão: Picolé
Percussão: Peninha, Cidinho
Acordeon: Zé Américo
Oboé: Braz Limonge
Flauta: Celso Porta
Cordas(*)



5. Eu Preciso de Você
(Roberto Carlos / Erasmo Carlos)

Eu preciso de você
Porque tudo que pensei
que pudesse desfrutar da vida,
Sem você, não sei

Meu amanhecer é lindo se você comigo está
Tudo é mais bonito no sorriso que você me dá

Eu não vivo sem você
Porque tudo que eu andei
procurando pela vida, agora eu sei
que andei sabendo que em algum lugar te encontraria
pois você já era minha, e eu sabia

Como a abelha necessita de uma flor
eu preciso de você e desse amor
como a terra necessita o sol e a chuva, eu te preciso
e não vivo um só minuto sem você
Mas, eu preciso de você
Porque em toda minha vida
nem por uma vez amei alguém assim
você  é muito é tudo pra mim
E é por isso que eu preciso de você

Piano Acústico: Eduardo Souto Neto

Cordas(*)
Spala: Pareschi, Alves, Daltro, Vidal, Faini, Walter Hack, Perrota, Carlos Hack, Lana, Bessler, Bernando Bessler, Francisco Perrota, Bordinhão, Virgílio, Luiz Carlos, Aizik.
Violas: Stephany, Penteado, Macedo, Fidelis, Hindemburgo.
Cellos: Marcio Malard, Yuri, Alceu, Zamith, Henrique.



Ficha Técnica
Produção e Mixagem: Mazola
Direção de Produção: Simone
Técnico de Gravação e Auxiliar de Mixagem: Ary Carvalhaes
Assistente de Gravação: Márcio  Gama
Auxiliares de Gravação: Marcos e Julinho
Auxiliar de Produção: Antônio Foguete
Arregimentação: Gilson de Freitas

Gravado e Mixado nos Estudios Polygram em jun/jul-1984
Criação e Produção da Capa: Ísis de Oliveira
Fotos: Antônio Guerreiro
Projeto Gráfico: Geraldo Alves Pinto

Chico Buarque gentilmente cedido pela Ariola
Neguinho da Beija-Flor gentilmente cedido pela Top Tape.



1984 - CBS - LP (138.287/XSB-2850/2851)

1984 - CBS - K7 (16257)

(N/C) – Sony/Columbia - CD (850.027/2- 464369)



Fonte: Discografia Oficial

sexta-feira, 27 de maio de 2011

Delírios, Delícias - 1983



Lado A
1. Depois das Dez
(Tunai/Sérgio Natureza)


2. Retiro 
(Paulinho da Viola)
com Paulinho da Viola 


3. Liberdade 
(Djavan)


4. Contigo Aprendí
(Armando Manzanero)


5. Coração Aprendiz
(Sueli Costa/Abel Costa)



Lado B
1. Só de Amor 
(Tunai/Sérgio Natureza)


2. Mulher da Vida
(Milton Nascimento/Fernando Brant)


3. Coisa Feita
(João Bosco/Aldir Blanc/Paulo Emílio)


4. Paixão
(Kledir Ramil)


5. O Amanhã
(João Sérgio)



Lado A
1. Depois das dez
(Tunai/Sérgio Natureza)
Beijos e carícias
Frases sussurradas
Cheios de malícia
Costas arranhadas
Ardem mas tudo bem
Não faz mal a ninguém
Depois das dez horas
Perde-se a vergonha
Ah! fronha cheirosa
Incenso de rosas
Esse travesseiro
Tem um cheiro
Colchão de espuma
Já entrei numa
Ah! que molejo
Tô afim mesmo, coração
Faz que tá bom

Corpos de pelúcia
Mãos entrelaçadas
Delírios, delícias
Tantas madrugadas
Cansam, mas tudo bem
Revigoram também
Depois das dez horas
Não tem mais censura
Ninguém se segura
Não é mais pecado
Essa criatura do meu lado
Vai, me enlouquece
Vem, me tonteia
Num sobe e desce
Queima, incendeia o coração
E eu acho é bom
Pra lá de bom

Arranjo e Regência: Lincoln Olivetti
Yamaha CP-70 e Oberheim: Lincoln Olivetti
Rhodes: Cristovão Bastos
Guitarra solo: Natan Marques
Guitarra base e Korg PolySix: Robson Jorge
Digital Sequential: Simone
Baixo: Jorjão
Bateria: Picolé
Pandeiro, Cincerro e Tumbadora: Peninha
Afoxé: Sérgio
Trumpetes: Marcio Montarroyos,Bidinho e Paulinho
Sax Alto: Oberdan
Sax Tenor: Zé Carlos
Sax Barítono:Léo Gandelman
Trombone: Serginho
Vocal: Zé Luiz, Flavinho, Ricardo Magno, Márcio Lott,
Fernando Adour, Luna, Regininha e Mirian Perachi
Arranjo Vocal: Tavito
 


2. Retiro
(Paulinho da Viola)
com Paulinho da Viola
Meu tempo às vezes se perde
Em coisas que não desejo
Mas não repare esse lado
Pois meu amor é o mesmo

Nos momentos de carinho
Eu me desligo de tudo
Nos braços de quem se ama
É fácil esquecer o mundo

Às vezes eu me retiro
E nada me faz sentido
Só há um canto na vida
Aonde eu me refugio

Afasta as sombras que eu vejo
Nos teus olhos tão aflitos
Você conhece minh'alma
E quando quer me visita



Arranjo de Base: Cristovão Bastos e Paulinho da Viola
Arranjo de cordas, instrumentos e regência: Dori Caymmi
Rhodes: Cristovão Bastos
Violão: Paulinho da Viola
Guitarra: Natan Marques
Baixo: Jorjão
Bateria: Picolé
Ganzá, Caxêta e Afoxé: Peninha
Flauta: Celso Woltzenlogel
Clarinete: Botelho
Cordas: (*)


3. Liberdade
(Djavan)

Um amor
Ou um gen da mesma cor
Cintila em mim
O chão a tremer
conduz a luz

Meu amor
E quer me matar de amor
Que seja assim
Por obedecer viver por mim

E voar
Onde o longe é pouco
cruzar os muros do além
E assim pousar na terra

E amar
Muito mais que poucos
Pousar a vida em tuas mãos
E assim cruzar a terra

Liberdade,vai na poesia
Traz meu destino
Que eu vou sair

E voar
Onde o longe é pouco
cruzar os muros do além
E assim pousar na terra

E amar
Muito mais que poucos
Pousar a vida em tuas mãos
E assim cruzar a terra
E amar
 

Arranjo: Djavan
Yamaha CP-70:Cristovão Bastos
Oberhelm e Korg Polysix: Lincoln Olivertti
Guitarra Base : Djavan
Guitarra Solo: Natan Marques
Baixo: Jorjão
Bateria: Picolé 


4. Contigo Aprendí
(Armando Manzanero)

Contigo aprendí
que existen nuevas
y mejores emociones
Contigo aprendí
a conocer un mundo
nuevo de ilusiones
Aprendí que la semana tiene mas de
siete dias
Hacer mayores mis contadas alegrias
Ya ser dichoso yo contigo
lo aprendí

Contigo aprendí
a ver la luz del otro lado de la luna
Contigo aprendí
que tu precensia
no la cambio por ninguna.
Aprendí que puede un beso ser
mas dulce
Y mas profundo
Que puedo irme mañana mismo
de este mundo
Las cosas buenas ya contigo las vivi

Y contigo aprendi
Qué yo nací el día
en qué te conocí



Arranjo e Regência: Dori Caymmi
Rhodes: Cristovão Bastos
Guitarra:Natan Marques
Baixo: Jorjão
Bateria: Picolé
Bongô, Maracas, Reco-reco e Claves: Peninha
Flautas( C e baixo): Celso Woltzenlogel
Trompas: Swap e Toninho
Cordas:(*)
Vocal: Zéluiz, Flavinho, Ricardo Magno, Fernando
Adour, Márcio Lott, Luna, Regininha e Miriam Perachi
Arranjo vocal: Tavito


5. Coração Aprendiz
(Sueli Costa/Abel Silva)

Uma criança insegura
Segura a barra do mundo
Uma criança aprendendo a ser
O meu olhar sob o teu
E este imprudente suspiro
Um passarinho inocente
Antes do tiro

Amar é ou não é
Cada noite, cada dia
Quero aprender suavemente
Tua real melodia
E quero te dar a esperança
Renovada a cada estação
São tão potentes as fibras
De um amante coração

Não me afasto de ti
Tu já não vives sem mim
Eu acho que amar
É viver assim

Arranjo e Regência: Eduardo Souto Neto
Yamaha CP-70 e Korg PolySix One: Eduardo Souto Neto
Programação de Teclado:Mu
Rhodes: Cristovão Bastos
Guitarra: Natan Marques
Baixo: Jorjão
Bateria: Picolé
Pandeiro, Triângulo e Temple-clock: Peninha
Cordas:(*)


Lado B

1. Só de Amor
(Tunai/Sérgio Natureza)

Viver só de amor
Amar me preenche, me basta
Vontade que dá cada vez mais
Não passa
Se vaza de mim
Deságua em você

Não posso medir
Os meus sentimentos, palavras
Eu quero é sentir
Poder abrir a casa
Cantar o que vem
Do fundo da minha alma

Por isso o que eu canto
Segue o ritmo da vida
Õ que já foi sonho
Hoje é real
Quero gente assim
Igual a mim ou parecida
Cantando esse amor que é muito
Capaz de acordar o mundo
Capaz de alegrar o mundo



Arranjo e Regência: Chiquinho de Moraes
Yamaha CP-70: Cristovão Bastos
Guitarra: Natan Marques
Baixo: Jorjão
Bateria: Picolé
Trumpetes: Maurilio, Barreto, Evaldo e Hamilton
Sax Soprano:Netinho
Sax Alto: Jayme Araujo e Mazinho
Sax Tenor: Zé Bodega e Macaé
Sax  Barítono: Aurino
Trombones: Maciel, Jorge Berto e Norato
Trombone Baixo: Macaxeira
Cordas(*)



2. Mulher da Vida
(Milton Nascimento/Fernando Brant)

Mulher é muito mais que ter um sexo
É mais que ser do homem
complemento
É mais que ser o avesso e o diverso
Mulher é muito mais que sofrimento

Mulher é muito mais que companhia
É mais que ser sujeito ou objeto
É mais que ser amor e alegria
Estrela Montenegro do universo

Mulher é  muito mais que mãe e filha
É mais do que eu penso do infinito
É mais que ser amante ou rainha
Mulher é muito mais dO que o bonito

Mulher é a vida
A vida é mulher
Toda mulher é mulher da vida

Arranjo e Regência: Chiquinho de Moraes
Yamaha CP-70: Cristovão Bastos
Ovation: Natan Marques
Baixo: Jorgão
Bateria: Picolé
Flughell-Horn(solo) : Marcio Montarroyos
Cordas(*)



3. Coisa Feita
(João Bosco/Aldir Blanc/Paulo Emílio)

Sou bem mulher
De pegar macho pelo pé
Reencarnação da Princesa do Daomé
Eu sou marfim,
lá das Minas do Salomão
Me esparramo em mim,
Lua cheia sobre o carvão

Um mulherão,
Balangandãs, cerâmica e sisal
Língua assim
A conta certa entre a baunilha
e o sal
Fogão de lenha,
Garrafa de areia colorida
Pedra-sabão
Peneira e água boa de moringa
Sou de arrancar couro
De farejar ouro
Princesa do Daomé
Sou coisa feita
Se o malandro se aconchegar
Vai morrer na esteira
Maré sonsa de Paquetá
Sou coisa benta
Se provar do meu aluá
Bebe o Pólo Norte
bem tirado do samovar

Neguinho assim, ó,
Já escreveu atrás do caminhão
"A mulher que não se esquece
é lá do Daomé"
Faço mandinga
fecho os caminhos com as cinzas
Deixo biruta
Lelé da cuca, zuretão, ranzinza
Pra não ficar bobo
melhor fugir logo
Sou de pegar pelo pé
Sou avatar vudú,
Sou de botar fogo
Princesa do Daomé



Arranjo e Regência: Luis Avelar
Yamaha CP-70 : Luis Avelar
Rhodes: Cristovão Bastos
Guitarra: Natan Marques
Baixo: Jorjão
Bateria: Picolé
Tumbadora e Cincerro: Peninha
Surdo e Agogô: Gordinho
Cuíca: Marçal
Pandeiro: Luna
Ganzá: Gilson
Tamborim: Eliseu
Tamborins da "Imperatriz": Nelson, Reco,Ney e Deleu
Trompetes: Marcio Montarroyos, Bidinho e Paulinho
Sax Alto: Oberdan
Sax Tenor: Zé Carlos
Sax Barítono: Leo Gandelman
Trombone: Serginho



4. Paixão
(Kledir Ramil)

Amo tua voz e tua cor
E teu jeito de fazer amor
Revirando os olhos e o tapete
Suspirando em falsete
Coisas que eu nem sei contar
Ser feliz é tudo que se quer
Ah! Esse maldito fecho éclair
De repente a gente rasga a roupa
E uma febre muito louca
Faz o corpo arrepiar
Depois do terceiro ou quarto copo
Tudo que vier eu topo
Tudo que vier, vem bem
Quando bebo perco o juízo
Não me responsabilizo
Nem por mim, nem por ninguém

Não quero ficar na tua vida
Como uma paixão mal resolvida
Dessas que a gente tem ciúme
E se encharca de perfume
Faz que tenta se matar
Vou ficar até o fim do dia
Decorando tua geografia
E essa aventura em carne e osso
Deixa marcas no pescoço
Faz a gente levitar
Tens um não sei que de paraíso
E o corpo mais preciso
Que o mais lindo dos mortais
Tens uma beleza infinita
E a boca mais bonita
Que a minha já tocou



Arranjo e Regência: Eduardo Souto Neto
Yamaha CP-70 e Rhodes: Eduardo Souto Neto
Oberhelm OB-Xa: Cristovão Bastos
Programação de teclados:Mu
Guitarra: Natan Marques
Baixo:Jorjão
Bateria:Picolé
Bongo, Maracas e Claves: Peninha
Vocal: Regininha, Luna, Flavinho, Marcio Lott, Ricardo Magno e Carlos Marcio
Arranjo Vocal: Tavito



5. O Amanhã
(João Sérgio)

A cigana leu o meu destino
Eu sonhei
Bola de cristal, jogo de búzios
Cartomante
Eu sempre perguntei
O que será o amanhã
Como vai ser o meu destino
Já desfolhei o mal-me-quer
Primeiro amor de um menino
E vai chegando o amanhecer
Leio a mensagem zodiacal
E o realejo diz
Que eu serei feliz
Sempre feliz
Como será amanhã
Responda quem puder
O que irá me acontecer
O meu destino será como Deus quiser



Arranjo e Regência: Ivan Paulo
Violão: Natan Marques
Rhodes: Cristovão Bastos
Baixo: Jorjão
Bateria: Picolé
Surdo: Gordinho
Agogô, Tamborim e Ganzá: Pesão
Reco-reco e Tamborim: Pirulito
Repique: Bira
Bandeira e Sorobã: Claumir
Tumbadora: Peninha
Tamborins da "Imperatriz": Nelson, Reco,Ney e Deleu
Cordas(*)

O povo: Claumir, Bira,Pirulito, Pesão, Nelson, Reco, Ney, Deleu, Sergio, Rogério, Gilson, Jorge, Jackson, Ivan Paulo,Zeluiz, Flavinho,Ricardo Magno, Marcio Lott, Fernando Adour, Luna, Regininha, Miriam Perachi, Tavito, Dorinha, Viviane e Mariza.


(*) Cordas:
Violinos: Pareschi (spalla), José Alves,Vidal, Virgílio,Paschoal Perrota, Walter Hack, Daltro,Lana, Carlos Hack, Faini, Aizik, Luis Marques, Ernani, Francisco Perrota, Stanislaw e Guetta
Violas:Penteado, Stephany, Macedo e Hindenburgo
Cellos:Alceu, Marcio Mallard, Ranewsky, Zamith, Jaquinho Morelembaum e Henrique Drach.

 


Ficha Técnica


Produzido e dirigido por Sergio de Carvalho
Co-produção: Simone
Técnico de Gravação e Mixagem: Luis Paulo Martins
Direção de Mixagem: Sergio de Carvalho e Simone
Assistente de Produção: Rogério Medeiros
Auxiliares de Estúdio: Julinho Martins, Jackson Paulino
e Nestor Lemos
Arregimentação: Gilson de Freitas
Melografia: Emilio Baptista

Criação e Realização da capa: Lobianco, Garrido e Simone
Foto: Garrido
Lay-out: Lobianco

Gravado e Mixado nos estúdios Sigla/RJ

Paulinho da Viola gentilmente cedido por WEA Discos




1983 - CBS  - LP (138.277/XSB-2750/2751) / K7 (16247)

(N/C) – Sony/Columbia - CD (850.037/2 - 476309)



Fonte: Discografia Oficial

Corpo e Alma - 1982






Lado A
1. Corpo 
(Sueli Costa/Abel Silva)


2. Embarcação
(Francis Hime/Chico Buarque)


3. Amor 
(Ivan Lins/Vitor Martins)


4. Merecimento 
(Simone/Abel Silva)


5. Tô que Tô
(Kleiton Ramil/Kledir Ramil)



Lado B
1. Alma 
(Sueli Costa/Abel Silva)


2. Olho do Furacão
(Sergio Sá)


3. Louvação a Mariama
(Milton Nascimento/D. Pedro Casaldáliga/Pedro Tierra)


4. O Sal da Terra
(Beto Guedes/Ronaldo Bastos)


5. Alfonsina y el Mar
(Ariel Ramirez /Félix Luna)




Lado A

1. Corpo 
(Sueli Costa/Abel Silva)

Te possuir não é caçar teu ser
Não é querer me ver
Num zás de firmamento

Também não é a mim que busco
Quando assim
pareço saquear

Não tenho onde guardar
Teus ritos pessoais,
Segredos e diários

Não sou de outro país,
Não vim te raptar
Guerreiro ou mercenário

Não quero decifrar
Sinal algum retido
Em teu discreto riso

Não posso te soprar
A febre de algum sonho,
Inferno ou paraíso

Só quero o teu corpo,
Quero te dar o meu
A tua alma guarde
Pra se entender com Deus
Ou não,
Quero o teu corpo
E dentro dele, o coração


2. Embarcação
(Francis Hime/Chico Buarque)

Sim,
Foi que nem um temporal
Foi um vaso de cristal
Que partiu dentro de mim
Ou quem sabe os ventos
Pondo fogo numa embarcação
Os quatro elementos
Num momento de paixão

Deus,
Eu pensei que fosse Deus
E que os mares fossem meus
Como pensam os ingleses
Mel,
Eu pensei que fosse mel
E bebi da vida
Como bebe um marinheiro de partida, mel

Meu,
Eu julguei que fosse meu
O calor do corpo teu
Que incendeia meu corpo há meses
Ar, como eu precisava amar
E antes mesmo do galo cantar
Eu te neguei três vezes
Cais, ficou tão pequeno o cais
te perdi de vista para nunca mais

Mais
Mais que a vida em minha mão
Mais que jura de cristão
Mais que a pedra desse cais
Eu te dei certeza
Da certeza do meu coração
Mas a natureza vira a mesa da razão


3. Amor 
(Ivan Lins/Vitor Martins)

Vem se mostrar, vem me convencer
Traz seus bons olhos pr'eu ver
Vem me buscar, vem me seduzir
Que estou pronto pra ir
Vem me encantar, me tirar dos confins
Fazer festa pra mim
Vem coração
Acender meus balões, minhas paixões

Vem afastar as assombrações
Arejar meus porões
Vem acalmar os meus vendavais
Meus temores, meus ais
Vem e me faz cada vez mais audaz
Cada vez mais capaz
De acreditar
Que ainda posso tentar continuar

Lutar, lutar, lutar
Pra gente ser feliz
Cantar, cantar, cantar
Como a gente sempre quis


4. Merecimento 
(Simone/Abel Silva)

Sei que merecia ser feliz
Ser feliz tem merecer?
Eu queria, eu não queria
Vinha um dia, outro dia
Depois quis

E te olhei nos olhos e pensei
Que você é uma canção
Das que falam ao coração
Quem te toque de paixão
Da vida

Ai menina
Minha sina
Te quero, venero
Teu soluço
Teus caprichos
Espero, eu quero

E se alguma coisa acontecer?
Ser feliz tem merecer
Mas se eu ficasse só
Triste de deixar com dó
Virias? Corrias?

Ai menina
Minha sina
Te quero, venero
Teus ciúmes
Teus impulsos
Espero
Eu quero


5. Tô que Tô
(Kleiton/Kledir)

Vem cá de qualquer maneira
Balança minha roseira
Me bate de brincadeira
Me chama de traiçoeira

Me tranca na geladeira
Apaga minha fogueira
Promete qualquer besteira
Que eu fico toda faceira

Tortura essa brasileira
Me arranha com a pulseira
Me enforca na trepadeira
Pendura minha chuteira

Menino, mas que zoeira
Cadê meu advogado?

Eu tô que tô, tô que tô
Vem cá minha compoteira
Balança essa pasmaceira
Me bate com a cabideira
Me chama de lavadeira

Não grita não dá bandeira
Periga marcar bobeira
Quebrei o pé da cadeira
Cuidado com a cristaleira

Segura, me deu gagueira
Eu juro que é verdadeira
Disfarça e chama a enfermeira
Tá dando uma tremedeira

Mamãe, viva o Zé Pereira
Cadê meu advogado?

Tô que tô, eu tô que tô
La luz a la media boca
Besame mucho loca
Não, isso não
Me dá coceira


Lado B

1. Alma 
(Sueli Costa/Abel Silva)

Há almas que têm
as dores secretas
as portas abertas
sempre pra dor

Há almas que têm
juízo e vontades
alguma bondade
e algum amor

Há almas que têm
espaços vazios
amores vadios
restos de emoção

Há almas que têm
a mais louca alegria
que é quase agonia
quase profissão

A minha alma tem
um corpo moreno
nem sempre sereno
nem sempre explosão

Feliz esta alma
que vive comigo
que vai onde eu sigo
o meu coração


2. Olho do Furacão
(Sergio Sá)
Esta cantiga
É pra se cantar
Quando a gente se esquecer
De que está vivo

Quando não houver
Mais nem por que chorar
E o mundo se arrastar
Melancólico e passivo

Esta cantiga
É pra se cantar
Quando a única saída
For o abismo

Quando a gente não puder
Mais enxergar
Além das barreiras
Dos nossos próprios conflitos

Esta cantiga existe
Pra cantar a vida
Par de asas pro infinito
Labareda que se espalha

Chama forte o fogo bravo
Que provoca nossas forças pra lutar
Degelando corações
Reunindo bandeiras, paixões
Pra cima, pro meio
Pro olho do furação


3. Louvação a Mariama
(Milton Nascimento/D.Pedro Casaldáliga/Pedro Tierra)

Mariama
lya, lya, ô,
Mãe do Bom Senhor!

Maria Mulata,
Maria daquela
colonia favela,
Que foi Nazaré.

Morena formosa,
Mater dolorosa,
Sinhá vitoriosa,
Rosário dos pretos mistérios da Fé.

Mãe do Santo, Santa,
Comadre de tantas,
liberta mulhé.

Pobre do Presépio, Forte do Calvário,
Saravá da Páscoa de Ressurreição,
Roseira e corrente do nosso Rosário,
Fiel Companheira da Libertação.

Por teu Ventre Livre, que é o verdadeiro,
Pois nos gera livres no Libertador,
Acalanta o Povo que está em cativeiro,
Mucama Senhora e Mãe do Senhor.

Canta sobre o Morro tua Profecia
Que derruba os ricos e ·os grandes, Maria.
Ergue os submetidos, marca os renegados,
samba na alegria dos pés congregados.

Encoraja os gritos, acende os olhares,
ajunta os escravos em novos Palmares.

Desce novamente ás redes da vida
do teu Povo Negro, Negra Aparecida!!!


4.  O Sal da terra
(Beto Guedes/Ronaldo Bastos)

Anda, quero te dizer nenhum segredo
Falo desse chão, da nossa casa
Vem que tá na hora de arrumar

Tempo, quero viver mais duzentos anos
Quero não ferir meu semelhante
Nem por isso quero me ferir

Vamos precisar de todo mundo
Pra banir do mundo a opressão
Para construir a vida nova
Vamos precisar de muito amor
A felicidade mora ao lado
E quem não é tolo pode ver

A paz na Terra, amor,
O pé na terra
A paz na Terra, amor,
o sal da...

Terra, és o mais bonito dos planetas
Tão te maltratando por dinheiro
Tu que és a nave nossa irmã

Canta, leva tua vida em harmonia
E nos alimenta com teus frutos,
Tu que és do homem a maçã

Vamos precisar de todo mundo
Um mais um é sempre mais que dois
Pra melhor juntar as nossas forças
É só repartir melhor o pão
Recriar o paraíso agora
Para merecer quem vem depois

Deixa nascer o amor
Deixa fluir o amor
Deixa crescer o amor
Deixa viver o amor

O sal da Terra
A paz na Terra
O sal da Terra...


5. Alfonsina y el Mar
(Ariel Ramírez/Felix Luna)

Por la blanda arena que lame el mar,
su pequeña huella no vuelve más.
Un sendero solo de pena y silencio
llegó hasta el agua profunda.
Un sendero solo de penas mudas
llegó hasta la espuma.

Sabe Dios que angustia te acompañó
que dolores viejos calló tu voz,
para recostarte arrullada en el canto
de las caracolas marinas.
La canción que canta en el fondo oscuro
del mar, la caracola.

Te vas Alfonsina con tu soledad,
¿qué poemas nuevos fuiste a buscar?
una voz antigua de viento y de sal
te requiebra el alma y [te] está llevando,
y te vas hacia allá como en sueños,
dormida, Alfonsina, vestida de mar.

Cinco sirenitas te llevarán
por caminos de algas y de coral,
y fosforescentes caballos marinos
harán una ronda a tu lado;
y los habitantes del agua
van a jugar pronto a tu lado.

Bájame la lámpara un poco más,
déjame que duerma, nodriza en paz,
y si llama él no le digas que estoy,
dile que Alfonsina no vuelve,
y si llama él no le digas nunca que estoy,
di que me he ido.

Músicos que participaram desta gravação

Piano Acústico: Handy Herber - 1 - 2A
David Foster - 4A
Cleberson Horsth - 2B
Eduardo Souto Neto - 1B

Piano Fender Rhodes:
Randy Herber - 2A
David Foster - 4 - 5A/8B
Ricardo Feghali - 2 - 4B

Piano Yamaha:
Cesar Camargo Mariano - 3A
Eduardo Souto Neto - 1B
Cleberson Horsth - 2 - 4B
Chiquinho de Moraes - 5B

OBXA - Sax Synthesiser:
Gary Herbig - 4B

Synthesizer GSI Yamaha:
Randy Herber - 5B

CS 80 Yamaha:
Randy Herber - 1 - 2 - 4B

Contrabaixo:
Jamil Joanes - 1A
Nathan East - 2 - 4 - 5A/3B
Luizão - 3A
Pedrão - 1B
Fernando - 2 - 4B
Gabriel - 5B

Bateria:
Paulo Braga - 1 - 3A/1B
Harvey Mason - 2 - 4 - 5A/3B
Serginho - 2 - 4B

Guitarra:
Zé Carlos - 1A
Natan Marques - 3A
Lee Retnour - 4 - 5A/3B
Tim May - 1 - 2 - 4B
Kiko - 2 - 4B



Violão:
Oscar Castro Neves - 2A
Luiz Claudio - 1 - 5B
Erich Bulling - 1 - 5B
Rick - 5B

Ovation:
Luiz Claudio - 3A/5B
Natan Marques - 1B

Percussão:
Chico Batera - 1A/5B
Marçal - 1A - 1B
Celsinho - 1A
Paulinho da Costa - 2 - 5A
Robertinho Silva - 3A/1 - 5B
Simone - 4A/1 - 3 - 5B
Paulinho - 2 - 4B
Mazola - 3B
Erich Bulling - 3B

Trombone:
Bill Reichenbach - 2 - 5A/3B

Trompete:
Jerry Hey - 2 - 5A/3B

Flugelhorn:
Larry Hall - 2 - 5A/3B
Jerry Hey - 2 - 5A/3B

Sax Alto:
Garry Herbig - 1 - 3 - 4A
Larry Williams - 2 - 5A/3B

Sax Tenor:
Gary Herbig - 2 - 5A/3B

Flautas:
Larry Williams - 2 - 5A/3B
Garry Herbig - 2 - 5A/3B
Celso Woltzenlogel - 4B

Trompas:
Zdenek Svab - 1A
Antonio Candido Sobrinho - 1A

Corne - Inglês
Braz Limongi Filho - 5B

Acordeon:
Chiquinho do Acordeon - 1A

Arranjos:
Chiquinho de Moraes: (cordas) 1A, 2B, 4B, 5B
Eduardo Souto Neto: 1B
Ivan Paulo: 1A (base)
Oscar Castro Neves: 2A
Cesar Camargo Mariano: 3A (base)
Erich Bulling: 3A (cordas) 4A e 5A (base e cordas)
Jerry Hey: 5A (metais), 3B

Vocal:
Grupo Roupa Nova



Ficha Técnica

Produzido por Mazola
Idealizado por Simone
Realizado por Simone e Mazola

Direção de Produção: Simone
Assistente de Produção: Bell Marcondes
Técnicos de Gravação: Luiz Paulo, Mazola e Humberto Gatica
Auxiliar de Gravação: João Ricardo
Engenheiros de Mixagem: Humberto Gatica e Mazola
Auxiliar de Mixagem: Paul Lani e Simone
Corte: Bernie Grundman da A & M Records
Idealização da Capa: Simone
Criação e realização: Simone, Lobiando e Garrido
Foto: Garrido
Lay-out: Lobianco

Visual de Simone: Ruddy e Tadashi

Gravado no Rio de Janeiro e Los Angeles

Participação Especial:
Grupo Roupa Nova gentilmente cedido pela Polygram Discos
Paulinho da Costa gentilmente cedido pela Pablo Records
Harvey Mason gentilmente cedido pela Arista Records
Lee Retnour gentilmente cedido pela Elektra Records

David Foster gentilmente cedido pela Sound Design Records

1982 - CBS - LP (138.267/XSB-2660/2661) / K7 (16.237)

(N/C) – Sony/Columbia - CD (850.047

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...